Área de Continuous Improvement reduz custos nas operações de clientes e apresenta excelentes resultados em 2017

Área de Continuous Improvement reduz custos nas operações de clientes e apresenta excelentes resultados em 2017

Desde o ano de 2010, o departamento obteve 42 projetos reconhecidos pelos clientes da Unidade de Negócios de Mineração da Sotreq

 

 

Em qualquer setor, reduzir custos e fazer mais com menos é um desafio e tanto. Foi com essa finalidade que a Sotreq criou, em 2008, a área de Continuous Improvement (CI), que faz parte da Unidade de Negócios de Mineração da empresa.

 

Em uma tradução livre, o termo significa “melhoria contínua”, no caso, em relação aos processos dos pilares que sustentam essa área: meio ambiente, produtividade, redução de custo, segurança e transferência de know how.

 

“Em outras palavras, significa reduzir o custo por tonelada com equipamentos Cat®”, explica Paulo Panicali, Consultor de Continuous Improvement da Sotreq.

 

Por exemplo, imagine uma mineradora que necessita que suas carregadeiras gastem menos combustível sem perder desempenho. A solicitação é encaminhada à área de CI, que analisa o caso e propõe as soluções. As mudanças podem ser na operação, no equipamento e outros aspectos. Dependendo do projeto e das condições, a redução de custo pode alcançar milhões.

 

“Em época de crise econômica, esse tipo de projeto personalizado por cliente e por mina é bem visto e, principalmente, fortalece a parceria existente com a Sotreq”, afirma Geizon Sá, Consultor de Projetos da área de CI da Sotreq.

 

Mas, para esse processo funcionar, tem que existir uma forte sinergia de execução entre cliente, Sotreq e Caterpillar. Até agora, isso tem dado muito certo!

 

Resultados positivos

“Para a Sotreq, esse trabalho significa a fidelização do cliente, porque quando ele compra um equipamento, compra também um conjunto de ações, como suporte e uma equipe que o ajudará a fazer seu trabalho com o menor custo possível”, diz Sá.

 

Em 2017, a área obteve grandes resultados e reconhecimento por parte dos clientes. Confira alguns números:

 

  • Maior número de projetos de CI reconhecidos pelos clientes do segmento de mineração (11);

 

  • Maior abrangência em número de clientes de mineração (06).

 

Além disso, a área de Continuous Improvement trabalha em mais um projeto, que deve ser finalizado ainda neste ano. Isso aumentará todos os reconhecimentos acima e, principalmente, a abrangência de atuação do departamento, uma vez que o trabalho está sendo realizado com um cliente no qual a área não tinha atuação anterior.

 

Como justificar os ótimos resultados? De acordo com Panicali, eles se devem ao empenho da Sotreq em auxiliar os clientes no momento em que mais precisam de apoio em relação à melhoria de processos.

 

“Em 2017, até o momento, finalizamos 11 projetos nos nossos clientes, este número é o maior já realizado desde a criação da área de CI na Sotreq em um mesmo ano”, comenta.

 

Para o futuro, mais trabalho árduo e muito comprometimento. “Todo ano é um desafio, pois buscar soluções que atendam a necessidade de cada cliente é algo muito complexo e que depende de profissionais dedicados e qualificados”, conclui Sá.