Parceria de sucesso

Parceria de sucesso

Grupo LEF aposta no bom relacionamento com a Somov e adquire kits de manutenção preventiva com peças genuínas

 

Por Luize Valú Schneider

 

Especializado na fabricação de revestimentos em Piracicaba (SP), o Grupo LEF decidiu procurar a Somov por conta de um problema de indisponibilidade com suas empilhadeiras. Das 49 máquinas que funcionavam no parque industrial, 14 estavam paradas na oficina na dependência de manutenções corretivas e quase todas as seções do equipamento (principalmente motor e torre) apresentavam desgaste excessivo.

 

“Nosso foco estava sempre no produto final. Não tínhamos uma área estruturada ou processos definidos para a realização de manutenções preventivas e uso de peças genuínas. Por isso, entramos em contato com a Somov em busca de uma solução”, conta André Kantovitz, Gerente de Suprimentos do Grupo LEF.

 

A proposta apresentada incluiu reforma de equipamentos, execução das manutenções corretivas e preventivas além de todo o apoio da equipe de Pós-Venda e Contratos da Somov para realizar as manutenções durante dois meses. O Grupo LEF ainda contou com transferência de know-how, treinamento para todos os operadores de empilhadeiras e oferta de peças genuínas, além da mudança de cultura dentro do Grupo LEF.

 

Segundo Amauri Lopes, Consultor de Suporte ao Produto da Somov, não existia um controle de manutenções preventivas na empresa, o que fazia com que a vida útil de empilhadeiras seminovas fossem reduzidas significativamente. “Chegaram a ter um equipamento novo com menos de 2.000 horas com necessidade de troca de motor (componente com vida útil estimada em 30.000 horas). Com o suporte da Somov, eles conseguiram atender a demanda interna sem adquirir ou alugar novas máquinas”, explica.

 

Para que os ganhos não fossem temporários, o Grupo LEF criou a área de Planejamento e Controle de Manutenção. Novos colaboradores ficaram responsáveis pela gestão de frota e passaram a usar as ferramentas e os métodos indicados pela Somov.

 

“Desenvolvemos cronogramas de manutenções preventivas (de 250 horas até 2.000 horas), criamos registros para cada máquina e definimos uma meta de indisponibilidade. Antes, chegávamos a 20% dos equipamentos parados para correções na oficina, hoje almejamos no máximo 8% e alcançamos a meta em julho”, afirma Welinton Araujo, Supervisor de Planejamento e Controle de Manutenção do Grupo LEF.

 

O Supervisor destaca o empenho da equipe de mecânicos, composta por Hilton Alcantara, João Demartini e José Ronaldo. Esse trabalho foi fundamental para que os resultados surgissem na prática. “Gostaria de parabenizar Danilo Providello, Gerente de Manutenção, pois acreditou na sistemática de trabalho que foi implementada”, comenta.

Uma nova prática foi utilizar apenas peças genuínas, o que aumenta a confiabilidade e a qualidade do serviço realizado. “Com os kits de manutenção preventiva, temos todas as peças necessárias ao alcance das mãos e os nossos mecânicos ficam mais confiantes sobre os processos e as etapas do serviço. Além disso, sabemos que podemos contar com o pós-venda da Somov, que está disponível para oferecer informações técnicas sempre que precisamos”, acrescenta Araujo.

 

Suporte e treinamento

De acordo com André Kantovitz, o que mais agradou a empresa foi a flexibilidade e o suporte constante da equipe da Somov. “Eles entregaram até mais do que esperávamos. Sabemos que a Somov é uma grande parceira em quem podemos confiar, pois reúne conhecimento, logística e pós-venda de qualidade”, destaca.

 

Além da entrega de peças e da realização das manutenções de 2.000 horas em todas as máquinas, a Somov ministrou um treinamento para os 150 operadores de empilhadeiras. Eles foram preparados para operar os equipamentos de forma segura, o que contribui para o aumento da vida útil das máquinas. Em agosto, será realizado um treinamento para a equipe de mecânicos da empresa visando reduzir ainda mais a necessidade de manutenções corretivas.

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Quando duas empresas de renome internacional se reúnem, a parceria tende a ser um sucesso. Foi o que aconteceu entre a Sotreq e a SCHWING-Stetter ao acordarem na incorporação de Motores Cat® na linha...
Tecnologia pode ser instalada em máquinas novas e usadas, além de diminuir a produção de gases que causam o efeito estufa   O consumo de combustível é um assunto que interessa a todas as...