Tecnologia APECS promove operação mais rápida e melhor conforto para operadores de mineradora

Tecnologia APECS promove operação mais rápida e melhor conforto para operadores de mineradora

Após testes, CSN Mineração aplicará sistema em toda frota de Caminhão de Mineração Cat® 793F

 

A tecnologia é um dos pilares que torna as empresas mais competitivas. Ela pode ajudar a realizar ciclos de produção mais rápidos, por exemplo, ou proporcionar um maior conforto de seus funcionários na operação. É exatamente o caso da CSN Mineração, a segunda maior exportadora de minério de ferro do Brasil e que está também entre as cinco mais competitivas no mercado transoceânico.

 

“Faz parte de nossa essência e de nossos valores buscarmos sempre inovações, sejam em processos ou em tecnologia, que tragam ganhos em segurança, produtividade, redução dos custos/tonelada movimentada, soluções integradas. Vimos essa possibilidade no sistema APECS”, explica Rogério Fonseca de Souza, Coordenador de Engenharia da CSN.

 

Recentemente a empresa investiu no APECS (Advanced Productivity Electronic Control Strategy), a próxima geração do sistema de controle da transmissão desenvolvido exclusivamente para caminhões com transmissão planetária.

 

Com o APECS, além dos benefícios mencionados, o cliente tem uma resposta de aceleração mais rápida, redução na manutenção de vias devido a menor possibilidade de queda de material da caçamba durante o deslocamento do caminhão e a possibilidade no aumento da vida útil do motor e do sistema do trem de força.

 

Na prática funciona assim: o APECS utiliza um algoritmo no software do controle da transmissão que irá definir o ponto exato para mudança de marcha, buscando assim reduzir as perdas de torque durante a ação e maior suavidade operacional.

 

“Uma vez instalado o sistema, não há incrementos de pontos de manutenção para o cliente. Os itens adicionados podem ser reutilizados durante a reforma do sistema do trem de força, evitando assim o aumento no custo para o cliente”, explica Luis Gustavo, Engenheiro de Operações III da Sotreq.

 

Segundo o profissional, o sistema já é utilizado em caminhões fora de estrada de menor porte e caminhões articulados em todo mundo. “Foi testado com a CSN e, após comprovar os benefícios e ganhos com essa ferramenta, o cliente irá aplicar o APECS nos demais caminhões da frota”, completa.

 

Teste e resultados

Para verificar os benefícios do sistema foi realizado um teste dividido em duas etapas. Nas primeiras 500 horas de operação, de acordo com Nathan Maycon de Oliveira Meireles, Engenheiro de Desenvolvimento da CSN, buscou-se identificar o aumento de conforto para os operadores. Nessa etapa não foi informado aos operadores que o equipamento possuía o sistema instalado, dessa forma, conseguimos não influenciar na resposta dos operadores.

 

Já na segunda parte, o objetivo era mensurar a redução do tempo de ciclo, do derramamento de material na pista, do consumo de combustível e aumento da velocidade média.

 

“Para isso simulamos um ambiente controlado com dois equipamentos, um com aplicação do sistema APECS na transmissão e o outro sem o sistema”, comenta Thiago Angelo Neves de Oliveira, Engenheiro Especialista da CSN.

 

Resultados

“Durante a entrevista com os operadores do equipamento com o sistema, todos relataram que a mudança de marcha apresentou-se de maneira mais suave, sem trancos. Com isso, concluímos que houve uma melhora no conforto dos operadores com a utilização do sistema APECS”, explica Altomir Gomes de Araújo Filho, Instrutor de Operação de Equipamentos de Mina.

 

Além disso, segundo a equipe da mineradora, houve um aumento da velocidade média do equipamento quando subindo carregado, em 0,6 km/h, reduzindo o tempo de ciclo. Não foram observadas condições de derramamento de material durante o teste em ambos os caminhões e nem redução no consumo de combustível.

 

Com os bons resultados, o APECS será estendido para toda a frota de Caminhão de Mineração Cat® 793F da empresa. Mais: o case com o sistema será apresentado no seminário técnico da Gerência Geral de Mineração. “Mostraremos todo o estudo realizado para a aplicação do sistema e os benefícios alcançados”, informa Nathan.

 

“A CSN é uma empresa parceira que sempre está de portas abertas para a Sotreq testar e implementar soluções que permitam melhorar os resultados. Ao realizar projetos como esse com a CSN, podemos comprovar a eficiência e os resultados das melhorias propostas pela Caterpillar, e com isso ampliar a aplicação em outros clientes no Brasil”, finaliza Luis Gustavo.